IPIC 2013

O IPOPI organizou o Primeiro Congresso Internacional das Imunodeficiências Primárias, denominado IPIC 2013, no Estoril nos dias 7 e 8 de novembro de 2013. Este evento ofereceu um fórum internacional e multidisciplinar único com o objetivo de discutir a evolução científica das imunodeficiências primárias (IDPs).

A abertura da iniciativa foi efetuada pelo board diretor do IPOPI, Johan Prevot, e contou com 34 oradores e moderadores de renome no âmbito das Imunodeficiências primárias, nomeadamente Amos Etzioni, Alain Fischer, Ricardo Sorensen, Teresa Espanol, Susana Lopes da Silva, Dra. Margarida Guedes, Jose Drabwell, Marcia Boyle, Laura Marques entre muitos outros.

O tratamento das Imunodeficiências Primárias, a sua patogénese, o diagnóstico precoce da Imunodeficiência Combinada Grave através do rastreio pré-natal, os estudos genéticos, a evolução científica a nível regional, o tratamento das complicações que possam surgir, bem como o importante papel dos enfermeiros especializados nesta patologia foram os temas escolhidos para aprofundar neste evento.

Clínicos, enfermeiros, representantes de doentes, bem como de indústrias farmacêuticas vindos de mais de 50 países juntaram-se nesta primeira edição do IPIC. Um elevado número de sociedades médicas e científicas que operam nesta área deram o seu valioso contributo ao congresso, alguns estiveram presentes com stands promocionais.

O congresso incluiu uma exposição de 80 posters de jovens médicos que aceitaram o desafio de apresentar as mais recentes investigações e descobertas.

O IPIC proporcionou uma extensa, salutar e muito benéfica troca de contactos, de trabalhos e de experiências entre os presentes. A organização foi exemplar envolvendo cerca de 400 participantes inscritos. O local escolhido não poderia ter sido melhor, o Hotel Palace Estoril transmitiu uma dignidade acrescida ao congresso.